Naked Boys Singing!

Naked Boys Singing! abre vendas de ingressos para as sessões de novembro e dezembro

Naked Boys Singing! é uma peça de teatro musical e ícone da cultura gay. Estreou no Hollywood’s Celebration Theatre nos Estados Unidos no longínquo ano de 1988, e posteriormente foi montado em Nova Iorque onde foi consagrado como o segundo espetáculo mais longevo na Broadway. Já foi produzido e apresentado em mais de 20 países espalhados pelo mundo, e com isso desde a sua estreia se mantém em cartaz.

Aqui no Brasil, o musical teve sua estreia adiada por duas vezes por conta da pandemia, mas agora chega em cartaz no Teatro Sérgio Cardoso a partir do dia 16 de Outubro. Os ingressos para as sessões deste mês estão praticamente esgotados. Mas se você quer assistir, não pode perder a oportunidade de garantir o seu ingresso pelo Sympla ou na bilheteria do teatro para Novembro e/ou Dezembro.

Naked Boys Singing! é um musical que conta com músicas pujantes e tocadas ao vivo por um ator/pianista e defendido com energia e vitalidade por outros 10 atores, cantores e/ou bailarinos que também estão no elenco. O espetáculo em si é dividido em 15 atos musicados, e estes abordam diversos e distintos temas sobre o corpo masculino. Vai do Nonsense ao drama.

Leia também: PetPonto: Nova plataforma causa encontro em cães abandonados e novas famílias

De acordo com o diretor do musical, Rodrigo Alfer, o fato de ter a pele exposta em um musical em 2021 tem um significado mais amplo e poético até por conta da pandemia que vivenciamos, onde fomos obrigados a nos cobrir e termos medo do contato com o outro. O musical é mais do que tudo, libertador e uma celebração à vida.

O musical Naked Boys Singing!

O espetáculo possui a estrutura Vaudeville, um gênero que surgiu na França no século XV. Neste estilo, os artistas sempre se apresentam com números musicais, dança, acrobacias, mágicas, atletas, ciganos e com animais. Durante muito tempo, foi um gênero da arte voltado exclusivamente para o público masculino, pois era considerado grosseiro e chulo.

Em meados do século XIX, nos Estados Unidos e no Canadá, o estilo ganhou um “que” de comédia rápida. E foi durante muito tempo, também, a principal forma de entretenimento da classe média burguesa. Tornando-se assim um espetáculo para toda a família. No Brasil, aconteceu uma junção, que poder ser encontrada como opereta, variedades e teatro de revista.

Diferente de seu intuito inicial, que era somente entreter a burguesia, Naked Boys Singing! joga luz em temas como, circuncisão, masturbação, HIV, ereção involuntária, corpo padrão, gordofobia, pornografia e outras surpresas, além, é claro, de falar de amor.

Compartilhe: