Bianca Bin e elenco em “O Nome do Bebê”

Bianca Bin estreia espetáculo “O Nome Do Bebê”

Infelizmente os tempos atuais estão cada vez mais agressivos e a comédia francesa “O Nome do Bebê”, que já foi adaptado para várias línguas e para o cinema, traz para o público uma discussão sobre a dificuldade em escutar nas nossas relações mais intimas. Na adaptação brasileira, a atriz Clara Carvalho responsável pela tradução, buscou aproximar o texto ainda mais da realidade brasileira através de ironias e sarcasmos. O elenco conta com Bianca Bin, Cesar Baccan,  Eduardo Pelizzari, Lilian Regina e Marcelo Ullmann. A peça estreia no SESC Ipiranga – SP na próxima sexta feira e fica em cartaz até o dia 20 de agosto, com sessões as sextas e sábados às 20h e domingos às 18h.

Na história de “O Nome do Bebê”, os personagens Vincente e Anna vão jantar na casa da irmã dele para comunicar à ela, ao cunhado e a um amigo de infância o nome que escolheram para o primeiro filho do casal. O pai de primeira viagem faz uma brincadeira, infeliz, e diz que o bebê se chamará Adolfo. Nome esse que se assemelha ao maior ditador da história mundial.

Com esse fato, começa uma discussão acalorada no meio do encontro familiar, esta que não para de crescer. E a partir disto, uma série de memória e ressentimentos bem escondidos começam a aparecer e assim revelar seus preconceitos e contradições.

Basicamente, “O Nome Do Bebê” mostra com humor e inteligência que para termos relações verdadeiras em nossas vidas, precisamos estar desarmados e dispostos a ouvir. Vale lembra que a falta da escuta pode ser primeiro passo para a não aceitação dos outros. E sabemos que sem aceitação não há como solucionar qualquer tipo de conflito. Dessa forma, os personagens do espetáculo em questão acabam descobrindo que a única maneira de se entender uns com os outros, independente do tipo de relação, é se abrir para o diferente e deixar de lado as aparentes incompatibilidades. A peça mostra também como a polarização do pensamento, a falta de escuta e acolhimento pode arruinar qualquer tipo de relação, até mesmo a mais íntima delas.

Elias Andreato fala sobre a montagem brasileira de “O Nome Do Bebê”

O diretor da montagem brasileira do texto francês falou sobre o espetáculo. “Nosso olhar, percorre a crueldade e o fascínio que essas relações, tão conhecidas do nosso cotidiano, nos remetem às lembranças pueris e medonhas que guardamos para sempre. É impossível não nos identificarmos com os personagens, e com a situação criada pelos autores de forma tão realista e explosiva. […] Quando o teatro provoca e nos inquieta, propondo um jogo teatral absolutamente verdadeiro, é porque ele está vivo, podendo ser violento e muito divertido. O homem é o único animal que ri diante do inferno que são os outros. Humor não se explica, mas a crueldade sempre nos incomoda. A nossa comédia certamente deixará o espectador feliz, mas ele terá que rir de si mesmo.”

Leia também: Luciano Szafir investe em distribuidora de projetos educacionais

Sobre Bianca Bin

A atriz Bianca Bin começou sua carreira no teatro com apenas 12 anos. Aos 18 anos estreiou na televisão na temporada daquele ano de Malhação, como protagonista. Fez parte do elenco de algumas novelas com personagens de destaque. Em 2019 participou da gravação de dois longa metragens e em 2021 voltou a atuar nos teatros. Atualmente ela está no elenco da novela das 21h da Globo Terra e Paixão e também no elenco de “O Nome do Bebê” solidificando assim, cada vez mais, a sua carreira no teatro.

Compartilhe: