Connect with us

Olá, o que você está procurando?

Lifestyle

Detran SP orienta motoristas a como levar seu pet no carro sem levar multa

Detran SP orienta pets no carro
Foto: Reprodução G1
Listen to this article

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran SP) fez um comunicado onde orienta o público em geral a como transportar seu pet, sem correr o risco de levar multa. Além de deixar a viagem tranquila e segura, tanto para você quanto para o seu animalzinho.

Afinal, você sabia que muita gente comete a infração de trânsito ao dirigir com o seu pet nos braços ou sobre as pernas? Essa é uma pratica, que infelizmente é cometida por grande parte da população, e que infelizmente também coloca em risco o animal e o condutor.

“É importante frisar que muito além da infração de trânsito, os condutores devem ter ciência de que um transporte inadequado de seus pets pode distraí-los. Gerar um acidente de trânsito e envolver outros condutores, pedestres e os próprios passageiros que estão nos veículos”, ressalta Neto Mascellani, diretor-presidente do Detran SP.

Leia também: New Era apresenta 9 bonés inéditos inspirados no filme Space Jam

Propaganda. Role a tela para continuar lendo.

Como explicado acima, o hábito de conduzir um veículo com um pet no colo ou sobre as pernas, é considerado infração média. As penalidades são 4 pontos na CNH e uma multa no valor de R$130,16.

Há ainda, condutores que transportam os seus animaizinhos na parte externa no carro, como por exemplo no teto ou no capô. Essa é considera uma infração grave e as penalidades são: 5 pontos na CNH e multa no valor de R$195,23.

Veterinária alerta para os riscos de transporte animal no carro

A veterinária Juliana Damiani, ainda alerta os condutores sobre deixar o pet no carro em movimento com a cabeça para fora da janela. “Nunca mantenha o animal com a cabeça para fora. Pois além do risco de acidentes, o vento pode trazer ciscos e fragmentos e provocar problemas oculares nos pets”

Propaganda. Role a tela para continuar lendo.

Para os animais de pequeno e médio porte, principalmente os gatos, a caixa de transporte é a mais indicada. Há também a cadeirinha para pet que é presa ao banco do veículo e possibilita que o animal viaje com mais liberdade.

Para os pets maiores, há o cinto de segurança especial e a grade de segurança, que é colocada entre os bancos traseiro e dianteiro, impedindo o animal de interagir e distrair o motorista.

“Muitos animais sentem enjoos em viagens. Dessa forma, evite alimentação pelo menos três horas antes e caso seja necessário, peça ao seu veterinário uma medicação específica para que seu pet não sofra e associe viagens a algo ruim. Se a viagem for mais longa, programe paradas para que seu pet possa fazer suas necessidades. Com alguns cuidados e planejamento correto, uma viagem prazerosa e segura com seu pet é garantida”, finaliza Damiani.  

Propaganda. Role a tela para continuar lendo.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Lifestyle

Listen to this article A pandemia atingiu diversos setores da sociedade. O carnaval também não passou ileso dos problemas causados pela covid-19. Há dois...

Lifestyle

Listen to this article Erika Bronze traz uma técnica revolucionária de contorno corporal já usada por celebridades como Kim Kardashian. “Essa técnica de contorno corporal só...

Lifestyle

Listen to this article Há quarenta e dois anos no ramo, o Hair Stylist Tony Siqueira consagrou-se como um dos maiores cabeleireiros do Brasil...

Negócios

Listen to this article A New Era, marca centenária de bonés, vestuário e acessórios de esporte, moda e streetstyle, lança campanha global. Com a...